O «mar português» de Pedro Colón (III) – Cunhados e amigos

No apoio ao regresso vitorioso de Pedro Madruga à Galiza, Vasco da Ponte alude também aos cunhados, deduzindo-se que se refere, naturalmente, às relações familiares pós-matrimoniais, estabelecidas com a família de Teresa de Távora. Faz sentido, que nesse âmbito se incluam também os tios – paternos e maternos – , para que se possa construir […]

Pedro Madruga, Cavaleiro de São João de Rhodes (II) – o tempo dos navegantes

                    [button link=»http://cristobal-colon.com/pedro-madruga-cavaleiro-de-sao-joao-de-rhodes/»] Pedro Madruga  I[/button] [button link=»http://cristobal-colon.com/pedro-madruga-cavaleiro-de-sao-joao-de-rhodes-ii/» color=»lightblue»] Pedro Madruga  II[/button] [button link=»http://cristobal-colon.com/pedro-madruga-cavaleiro-de-sao-joao-de-rhodes-iii/»  color=»purple»] Pedro Madruga III[/button]     Vimos já que em meados da década de cinquenta do século XV, Pedro Álvares de Soutomaior era cónego e pertencia ao cabido da Sé de Tui….. […]